Arriscaste hein, chê?

Não sei por quê, mas há algum tempo o povo vem pedindo para que o guasca Terêncio, o peão-mascote da Página do Gaúcho, narre mais uma de minhas viagens.

Pous eu acho isso uma loucura, ainda mais agora que... o vivente descobriu o nome de sua paixão, a BIBIANA, e anda mais contente que sapo em dia de chuva.

Mas se é o que querem, pois bem, agüentem, hehehehe.


Porto Alegre, 9 de dezembro de 2001.

Mil perdones companheiro, companheira.

Meu nome é Terêncio Prates, sou o peão-mascote da Página do Gaúcho e aqui embaixo tens uma foto minha pra imprimires e colocar na carteira, como santinho. Quando topares com algum vivente que pergunte se realmente és gaúcho, exibe pra ele minha estampa e o animal já vai saber que falas a sério.

Infelizmente este fofoqueiro aí de cima já andou espalhando pra meio povo do Rio Grande que arrastando a asa para a Bibiana estou.

Coisinha mais triste esse meu chefe. Não há de ser nada, que meu troco eu dou com esse sucesso todo que faço no site, deixando-o como bola-murcha jogada num cantinho do site esperando e-mail.

Se estiver ruim de ver o texto no teu vídeo, me avisa. Eu tenho um amigo que vende microcomputadores e ele te arruma um melhor (hihihi)!

Perdon. Peguei essa mania do patrão de debochar um tantinho só pra quebrar o formalismo.

Ah, o patrão completou 40 anos; vai ser brabo de aguentar. Tá se achando o maior sábio. Eu já disse pra ele que o que velho faz mais rápido que moço é cair. Que as prendas nem vão mais olhar pra ele por que quem gosta de antigüidade é museu, hohoho.

Nota do Cohen: Terêncio, pára de enrolar e conta a viagem logo!

Nota do Terêncio: Viram?! Viram?! Patrão, estás te tornando um velhaco!

Neste novembro de 2001, o patrão Roberto e a querida patroa Jaqueline se bandearam pra região norte do estado, atravessando coxilhas e serras até a cidade de Barão do Cotegipe. Ali montaram acampamento e seguiram para Erechim, después Gaurama, Viadutos e Marcelino Ramos. No retorno pro rancho, chisparam até Getúlio Vargas e loguito adelante Passo Fundo.

Nota do Terêncio: Que acharam daquelas frescuras que o patrão fez lá em cima com os botões de navegação? Hehehehe, passou a manhã inteira nisso.

Eu mateando e ele se recusando a dar uma bombada, que somente depois que encerrasse ia se largar. E isso desde a madrugada. Ts.

Bom, minha sugeston é que voltes lá pra riba e escolha uma cidade. Clica sobre o botão e vais ver o que aconteceu por lá.

Ah, conforme anunciado pra quem tá inscrito na lista de novidades, existem alguns presentes espalhados na viagem, que são:

A) dois livros de cartuns "Separatismo - Corta Essa"

B) três livros "Cavalo para mim é um trono" do amigo do patrão, Eduardo Festugato

C) dois livros "Balaio de Causos" do famoso Leonel Colvero

A la putcha, o patrão quer fazer natal de muita gente mais feliz, hein?!

Entonces bamo que bamo. Conhece essa montoeira de cidades e de quebra, ganha um natal mais macanudo. De quebra, olha a felicidade dos dois quando viajam. Fotos em trigais encontrados no caminho a Erechim: