VACARIA

Cohen no meio dos pés de maçãs
Cohen no meio dos pés de maçãs

Ei tchê, que tal?!

Pois de uns tempos pra cá não tenho dado sorte com las maulas de las conversiones de foto pra imagem e cousa e tal... sai sempre um Cohen, meio desfigurado, bem diferente do verdadeiro, que é feio pra caramba :o)))

Bom, eu estava na dúvida se fazia uma cobertura especial pro Rodeio que aconteceu em Vacaria e numa outra seção somente assunto pra cidade de Vacaria, e coisa assim... enquanto eu ficava nessa indecisão, as vaca riam de mim aqui na estância, junto com os cusco que ainda vinham morder a manga das calças... Dei um botinaço na animalada e resolvi fazer as duas coisas numa só!!

Mas... (veja que a imagem de introdução está paupérrima, hein?!) quem vier até aqui ler os assunto que vou tratar, carece de ter consciência de uma cousa:

O Rodeio da Vacaria, mais do que um encontro de peões em busca de prêmios como uma Blazer, um Corsa, etc e tal... é um momento único no ano cultural gaúcho...

É nele que a gauchada expressa seu amor à nossa história, à nossa tradição, ao respeito com os hábitos e costumes de nossos antepassados, a uma coisa que depois vou comentar mais adiante (que é sobre os vaqueiros de Barretos que apareceram), a uma manifestação de reconhecimento por nosso passado.

Não vou ficar aqui de bli-bli-bli, mas tasco o lembrete pra quem é cola-fina da cidade (como eu), e pra quem viveu os tempos de campos e agora vive aquerenciado nas cidades, que os rodeios (e eu pela Página do Gaúcho) vamos tentar resgatar um tanto desse cheiro de pampa pra ti.

Chega de falatório, segue adianta clicando A Q U I.