Rolante

Pelo ano de 1888, iniciou-se o povoamento da sede de Rolante no município de Santo Antônio da Patrulha.

De acordo com alguns historiadores, os tropeiros que levavam gado do Rio Grande do Sul para São Paulo se reuniam em Viamão para seguir a estrada geral de Cristovão Pereira de Abreu, na direção do território paulista. Esse roteiro atravessava o território do atual município de Rolante.

Por volta de 1734 e 1735, quando de sua abertura, a estrada geral de Cristovão Pereira de Abreu apresentava precárias condições de trânsito, embora fosse utilizada pelos viajantes que se dirigiam para o Norte. O espaço percorrido de Viamão em um dia em carreta, ia dar mais ou menos no mesmo local, à beira de um rio (rio Rolante), já na subida da serra, onde era costume pernoitarem para descanso e onde foram se formando sinais de pousos ou encontros entre os que iam para o norte e os que voltavam para o sul.

Segundo informações, Ilha Nova, na área do atual campo de futebol do Avante, em Rolante era um dos locais de pouso dos tropeiros. Admite-se que a continuidade desse antigo pouso transitório, na Ilha Nova, deu origem à fixação de alguma casa comercial e estalagens que resultaram num nucleamento de famílias e início do povoamento permanente em Rolante, na metade do século XVIII.

José Maciel Júnior, historiador, descendente da região, fala do nome Rolante: "O nome Rolante, proveio do fato de o arroio, que serve de divisa atualmente entre esse município e o de Santo Antônio da Patrulha ser impetuoso e violento no período de suas cheias, levando tudo de roldão."

A referência mais remota, segundo a Revista do Arquivo Público do Rio Grande do Sul(número 06 a 12), consta que a doação oficial de terras a açorianos, em Rolante, data de 1761, quando o Governador Ignácio de Madureira concedeu terras a José Ferreira de Carvalho.

A continuidade de paradas no mesmo local da região foi atraindo moradores para se fixarem nos arredores, tendo oportunidade de oferecerem melhor pouso e comida aos viajantes, bem como cuidados de ronda dos animais. Isso ocorreu enquanto houve uso contínuo da estrada de Cristóvão Pereira de Abreu_ Quando esta data entrou em declínio, as terras do atual município de Rolante perderam muito do interesse econômico, ficando só o início do núcleo populacional da pousada e as estâncias dispersas.

Segundo informações orais, em 1882 teve início a chegada dos primeiros imigrantes alemães, vindos das colônias velhas, que se dirigiam para Alto Rolante (hoje Distrito de Rolante).

O historiador Ademir Rist diz que em 1908, Giácomo Lodi. Carlos Franzoni e Miguel de Carli, donos de uma Empresa Colonizadora, adquiriram terras ao nordeste de Rolante em local a 800 metros de altitude, loteando-o com o nome de Nova Trípoli.

Segundo tradição oral, por volta de 1910, uma leva desses proprietários, na época da primavera, vieram acompanhados de um sacerdote católico para Nova Trípoli, onde construíram suas casas e uma Sociedade Italiana, que chegou a ter bandeira e hino próprios. Essas terras de Nova Trípoli, já não pertencem a Rolante, ficaram com Riozinho.

Município mãe: Santo Antônio da Patrulha

Origem - Município: teu nome é um sucesso. Organizador: Deputado Giovani Cherini. Publicação da Assembléia Legislativa do RS, 2001.

Editado por Roberto Cohen em 27/05/2007.