Você está aqui

Saudação



Fonte
Livro "Manual de Danças Gaúchas" de Paixão Cortes e Barbosa Lessa.

Existe uma maneira tradicional (tipo intermédio entre os costumes primitivos e os atuais) pela qual o gaúcho "tira uma moça" para dançar. Ele leva consigo um pequeno lenço (tamanho "de bolso"), preso entre a camisa e o cinto. Chegando à frente da moça com quem deseja dançar, ele inclina levemente a cabeça, num ligeiro curvar, ao mesmo tempo que lhe alcança a mão direita, com a qual segura o citado lenço. A moça, aceitando o convite, alcança sua mão esquerda ao rapaz. Dessa forma, os dois se tomam pelas mãos, mas separados pelo lenço, que irnpede que a mão do rapaz "suje" a mão de sua companheira.

Assim feito, o rapaz conduz sua companheira até o salão, ou até o lugar que lhes caiba numa dança de conjunto, segundo a colocação do par-guia ou a ordem dada pelo "Marcante" (coordenador de movimentos).

Chegando ao lugar onde iniciarão a dança (posição inicial), eles executam um "giro-saudação".

Chama-se giro-saudação ou, simplesmente, giro, o ato pelo qual a moça, tomada pela mão direita de seu companheiro, realiza uma volta inteira em torno do próprio corpo (girando sobre uma "meia-planta" ou executando passos), sob o braço esquerdo. No preciso momento em que a moça completa a volta, o par solta-se das mãos e efetua um respeitoso cumprimento: a mulher realiza uma pequena flexão de joelhos, e o homem inclina levemente a cabeça, ao mesmo tempo que torna a guardar, entre o cinto e a camisa, o pequeno lenço com o qual convidara sua companheira para a dança. (figura abaixo).