Introdução

Leitor!

Entendamo-nos desde já:

E' possível (o autor ignora-o), que haja coletânea semelhante, anterior, nacional; se existe, para melhor bem, que supere a atual no conteúdo e na forma!

Em assunto de populdrio (folk-lore diz-se, elegantemente, nas altas letras...), o registro comporta o pueril do conto, o esborcinado do dizer e a ingenuidade do ouvinte.

O merecimento deste livro subsiste na paciência com que foi ele coligido; falta-lhe relevância artística, é certo; fora porém crueza destroçá-lo por esse pecado.

Destinado à leitura entre golpes de cousas sérias, aos homens graves entediará; pois - e lhes não advirá mal, por isso-, demo-lo então aos frívolos e, destes, aos mais elevados: às crianças.

Patranhas por patranhas... que se não diga que até nisso falta-nos prata em casa!... Fica entendido, pois não?